8 dicas para aumentar a durabilidade dos pneus do caminho

8 dicas para aumentar a durabilidade dos pneus do caminhão

24 de Março de 2020

Quantos quilômetros seu caminhão faz por litro de diesel pode ser uma pergunta fácil de responder. Mas você já parou para pensar em quanto os pneus estão rendendo por quilômetro? Depois do combustível, o número que mais impacta na manutenção do caminhão é justamente o dos pneus.

 

O que torna um pneu bom e barato é o resultado do cálculo de quanto ele rende em quilômetros. Para fazer essa conta é preciso somar o valor do pneu novo com as reformas pelas quais ele passou, depois basta dividir por quantos quilômetros ele rodou até não poder mais ser utilizado.

 

Para além da economia, os cuidados com os pneus também são importantes para garantir segurança nas viagens. Pneus murchos são sinônimo de menor controle sobre o veículo, principalmente na hora de fazer as curvas. A boa notícia é que dá para aumentar a durabilidade dos pneus do seu caminhão e consequentemente a tranquilidade para cumprir cada trajeto. Quer saber como começar a fazer isso hoje mesmo? É só continuar a leitura!

 

1. Mantenha os pneus calibrados

Fazer da calibragem dos pneus um hábito ajuda não só a diminuir os gastos com o combustível, este também é um fator que contribui para a durabilidade do item. O ideal é que ao menos duas vezes por semana você utilize o calibrador automático para fazer isso. Quanto mais pesada for a carga que você estiver transportando, maior deverá ser a pressão da calibragem.

 

2. Faça o rodízio dos pneus

No manual de cada veículo existe a indicação da quilometragem a ser respeitada para realizar o rodízio dos pneus, evitando que os desgastes ocorram de maneira diferente. Caso não encontre essa informação, você pode seguir a orientação das fabricantes que é a de fazer o rodízio dos pneus a cada 10 mil km. Procure sempre uma oficina especializada e de confiança para realizar este serviço, pois algumas regras devem ser respeitadas, por exemplo:

 

- Trocar os pneus de lugar sempre do mesmo lado do caminhão (os pneus do lado direito, por exemplo, não poderão ser remanejados para o lado esquerdo);

- De acordo com a legislação brasileira, pneus reformados não podem ser utilizados no eixo dianteiro.

 

3. Dirija com cautela

O respeito aos limites de velocidade é um dos maiores aliados para o trânsito seguro e para a conservação dos pneus. Subidas, curvas, arrancadas e freadas bruscas, além de prejudicarem a segurança, também são práticas que provocam o desgaste prematuro dos pneus. O contato com o asfalto quente é outro fator de aumento para o desgaste.

 

4. Mantenha as manutenções em dia

Direção puxando para um dos lados? Muitas vezes não é preciso nem chegar aos 15 mil quilômetros rodados para realizar uma manutenção preventiva do seu companheiro de estrada. Estar em dia com o alinhamento e o balanceamento também aumenta a durabilidade dos pneus (e a sua segurança). O desgaste prematuro dos pneus pode ocorrer ainda devido a problemas na suspensão. Quando não vai bem a suspensão dá alguns sinais como excesso de rangidos ou batidas secas.

 

5. Mantenha os pneus longe de derivados de petróleo e solventes

Produtos como esses fazem com que a borracha perca suas propriedades físico-químicas e isso gera aumento no ressecamento. E quando o ressecamento aumenta, a segurança diminui já que o caminhão perde aderência e se torna mais vulnerável.

 

6. Observe o bico do pneu

Apesar de pequeno, este elemento exerce uma função grandiosa quando o assunto é a durabilidade dos pneus. É esta válvula de ar que impede que sujeiras cheguem ao interior do pneu e que evita a perda da pressão.

 

7. Adote boas práticas para o carregamento

Como uma balança, o peso da carga também deve ter equilíbrio entre os dois lados. Outra orientação da maioria dos manuais é que a carga seja acondicionada de trás para frente.

 

8. Cuide do 1,6 mm para evitar outros números

Cinco pontos na carteira e R$ 195,23 a menos no bolso não são bons números para ninguém. Para evitar essas penalidades, é importante estar sempre atento aos sulcos da borracha que devem estar com, pelo menos, 1,6 mm. Para medir a profundidade dos sulcos, os pneus contam com um medidor que fica localizado dentro de cada sulco, o TWI (Tread Wear Indicator). Se você está conseguindo vê-lo, é sinal de que chegou o momento de trocar o pneu.

 

 

Pronto para aumentar a durabilidade dos pneus do seu caminhão? Conta para a gente nos comentários qual foi a dica que mais te surpreendeu!